Blog

Estampando a Casa

Wair de Paula, Jr.

 

Muitos anos atrás, fomos visitar Lourdes Catão, a decana da decoração carioca, em seu pequeno apartamento em NY, um prédio localizado exatamente em frente ao Metropolitan Museum. Ao entrar na casa, um choque – todo o carpete era estampado de onça. Uma maravilha, com ótimas peças distribuídas sobre esta estampa, e o apartamento tinha não apenas personalidade, como era extremamente chic.

 

Lembrei disso ao ver estes lançamentos da Breton (@bretonoficial), que aproveitou a Semana Criativa de Tiradentes para, em parceria com a @ecosimple.br, lançar uma coleção cápsula de tecidos com estampas animal print. É o tipo de produto que pode deixar sua casa ainda mais interessante e personalizada, seja forrando uma parede ou uma poltroninha moderna, como a da foto abaixo, também da Breton:

Esta poltrona ganhou uma outra “dimensão” com a ousadia desta estampa, e é impossível ficar indiferente ao resultado. Eu simplesmente adorei o resultado de pegar um móvel contemporâneo e forrar com uma estampa animal print, uma ousadia para poucos e bons.

Na coleção da Breton ainda tem esta estampa de cobra, e eu adoro esta padronagem. Além de ter tatuado cobras no braço, tenho cinto de cobra, bota de cobra (de verdade, uma Tony Mora clássica), e só não tenho uma jaqueta de cobra pq ainda não encontrei. Mas outro dia quase adquiri um moleton com esta estampa, só não comprei pq ele era dois números menor, e eu ia ficar parecendo uma cobra que acabou de engolir um boi...

Das pranchetas do mestre Giorgio Armani saiu esta estampa, da nova coleção de papéis de parede e tecidos Armani Casa, onde o elemento central é a cor, o contraste. Eu achei lindo, fiquei pensando como usaria esta estampa, extremamente elegante e atemporal. Novidade da Quaker (@quakerdecoroficial), que acabou de chegar no shopping mas trouxe na bagagem um monte de revestimentos e tecidos de primeira grandeza.

Perceba a ousada mistura de estampas neste ambiente, com papel de parede da coleção Mallorca by Coordonné, também do acervo de novidades da Quaker. Mistura ousada, coisa de quem entende do riscado, para criar um ambiente gostoso, jovem, colorido, alto-astral. Padronagens distintas, referências de várias origens, um trabalho de mestre.

E eu pirei ao ver a foto acima. Primeiro, que o sofá é lindo, e o tom de verde um absurdo de elegante. Segundo, que esse painel (Painel Phi Phi) insuportavelmente belo da Orlean (@orlean_oficial), que cria uma perspectiva estranha ao mesmo tempo que preenche o ambiente. E o contraste do verde com o PB foi outra jogada de mestre, daquelas sacadas que eu invejo não ter feito.

Também da Orlean, o painel acima transmite uma sensação de tranquilidade, além da estética maravilhosa. Além de conferir personalidade ao ambiente, ainda parece trazer a natureza para dentro de casa, com um discurso poético e potente. Lindo, mais uma das ótimas surpresas da Orlean.

O tapete Flora da Santa Monica (@santamonicatapetes) utiliza-se do tema sob a ótica da arte brasileira, com cores marcantes, relevos distintos e tanto pode estar na horizontal quanto pendurado em uma parede, verdadeira obra de arte que é.

E o tapete Mato Grosso já se explica em seu nome. Como se fora uma fotografia aérea, mostrando os campos de plantação e as árvores desordenadas (também da Santa Mônica), suas curvas em relevo além de provocarem o olhar, convidam ao tato, e deitar sobre este tapete deve provocar sensações muito boas. Afinal, tapete não é apenas para pisar, podemos deitar nesses campos de maciez conquistadas com a alta tecnologia x handmade que este tipo de produto emprega em sua confecção.

E eu tirei da Internet este banheiro lindo, feminino, chic até a medula, para comprovar que estampas podem ser utilizadas em várias situações e ambientes, o que importa é a saudável mistura de ousadia com conhecimento, para criar um espaço lindo como este acima. Como era o apartamento de minha amiga Lourdes Catão, com seu carpete de onça, com vista para o Met Museum...

 

 

 

Compartilhe

Veja também


Comentários