Blog

Naturalmente

Wair de Paula, Jr.


 
Matérias primas naturais sempre estiveram em voga em nosso meio. Mas, com as questões de sustentabilidade, exploração controlada e respeito ao meio ambiente, este fator ficou ainda mais determinante – inclusive para mostrar a preocupação da empresa para com estes valores. E o cliente hoje em dia procura empresas que tenham uma visão contemporânea do negócio, com preocupações como esta. Então, cada vez mais veremos produtos utilizando-se de forma ética dos materiais naturais. E os resultados estão cada dia mais sofisticados, em um grande paradoxo. Vejam o conjunto de vasos acima, da Arquivo Contemporâneo (@arquivocontemporaneooficial). Criação da ceramista Alice Felzenswalb exclusiva para a Arquivo, estas peças têm uma elegância em sua aparente simplicidade difícil de alcançar. Muito, muito chic.


 
Baseado nestes princípios, o sofá com desenho de Arthur Casas, exclusividade da Arquivo Contemporâneo, é um convite ao dolce far niente. Molinho, confortável, com um ar meio anos 1970, mas com visível conforto. Daqueles de se jogar e ficar. 


 
Um certo ar retrô e as ripinhas de madeira compõe o design deste aparador, da Bazzi Móveis (@bazzimoveis). A economia de matérias primas, a vantagem de utilizar sobras de marcenaria para se fazer estas ripinhs, é uma peça totalmente inserida nos novos conceitos de responsabilidade ambiental. E muito bonita, além de tudo.


 
Ainda da Bazzi, esta poltrona cujo desenho é de uma simplicidade linda – as tiras de couro torcidas, quase uma fita de Moebius, dão leveza, conferem modernidade e trazem este conceito de natural para o produto – couro e metal aparente construindo uma estrutura suave, transparente, de fácil manutenção e muito charmosa.


 
Eu sou fã dos designers da Latoog, criadores da poltrona Astral acima. Um sofisticado desenho, construção precisa, desenho altamente autoral, e está à venda na Nature Design (@naturedesign.br). Uma peça assinada por criadores brasileiros, de carreira sólida e respeitada, fará toda a diferença em sua decoração.


 
Eu sou um grande e confesso entusiasta de fibras vegetais – bambu, vime, junco, malacca – e este misto de puff com mesa de centro tem todas as características de um bom produto – versátil, bonito, se encaixa em diversos tipos de decoração (este material não está restrito a decorações praianas, ok?), e ainda tem uma brasilidade incutida em seu conceito que é muito relevante. Do portfolio de produtos da Nature Design.



 
Essa cadeira/poltroninha, design de Emerson Borges para a Novo Clássico (@novoclassicobr), explora a madeira de forma elegante e altamente decorativa. Versátil e muito charmosa.


 
A pedra já estava aqui quando aparecemos na Terra. E cada dia mais encontramos tipos diferentes de granitos e mármores, materiais nobres que são utilizados desde tempos imemoriais. Esse marrom lindo, da Diamond Stone (@diamondstonesurfaces), tem um nome igualmente nobre – é o Bronze Armani. Chic até no nome...rs


 
E atualmente os designers de interiores estão utilizando mármores e granitos de forma puramente decorativa – não apenas para revestir áreas molhadas, ao contrário. Veja o efeito deste marmorizado (Ultracompact Arabescato), que possui grandes formatos e dispensa emendas. A Diamond Stone tem várias opções de cores e acabamentos para este produto, dá uma conferida, vale muito a pena.


 
E já que estamos na praia do natural, terminamos com uma refeição absolutamente leve, light, natural e ultra saborosa, na Golden Sucos & Deli (@goldensucosedeli). Tudo fresco, orgânico, sucos deliciosos e refrescantes, para manter seu corpo totalmente de acordo com os produtos aqui deste post. 

A natureza é pródiga e soberana. Vamos respeitá-la e fazer uso dela com consciência e respeito, muito respeito.

Compartilhe

Veja também


Comentários